Inventário de rede, sua empresa faz?

Segurança by Allanis Networks Tags :
inventário de rede

Em um mundo cada vez mais tecnológico, viver sem utilizar os elementos provenientes dessa tecnologia é algo impensado. Os sistemas digitais estão presentes nos mínimos detalhes: Seja para realizar a comunicação, para fazer a nossa comida e também para o transporte, tudo tem ligação com as mais diversas ferramentas online ou offline.

Com isso, a informação se torna imprescindível para as mais diversas áreas. Nesse cenário, fazer a sua administração é fundamental para obter bons resultados em sua empresa. A TI, portanto, traz justamente o conjunto de soluções que permitem fazer o armazenamento, o registro e a análise dos dados a fim de que, a partir daí, uma série de outras soluções possam ser desenvolvidas.

Estratégias para gerir melhor a informação na sua empresa

A Tecnologia da Informação pode trazer diversas melhorias e ajudar na implantação de novas estratégias de negócio para que a sua empresa possa se desenvolver e crescer no mercado.

Uma dessas estratégias é chamada de inventário de rede. E o que é isso? No geral, um inventário diz respeito a listas, descrições, uma relação acerca de determinado assunto. No caso da TI, falamos sobre um levantamento dos recursos disponíveis — programas, hardwares, softwares, aparelhos — tudo que funcione dentro do sistema de rede da empresa.

No inventário de TI devem ser listados e descritos os detalhes que proporcionem uma gestão mais fácil e simples. É necessário que estejam contidas as informações técnicas, de datas (compra e garantia), os números de série dos programas e produtos, onde serão utilizados, entre outros dados.

Como são esses levantamentos?

Visando economizar os gastos da empresa, muitos empresários e empreendedores acabam optando por fazer um inventário manual. No entanto, além de ficar facilmente defasado, esse tipo de controle pode gerar ainda mais custos, pois não apresenta grande eficiência.

Contando com um serviço de qualidade, a empresa terá disponíveis sempre relatórios atualizados, que servirão para auxiliar nas tomadas de decisão para o andamento da companhia.

E como é feito o inventário de rede? Tudo começa com a Gestão de TI. É a partir dela que as questões envolvendo tecnologia da informação na empresa serão iniciadas. Desde a compra até a execução dos processos. A gestão deve realizar uma grande coleta de dados, verificando cada hardware, software e as informações dos usuários.

O que deve ser coletado em cada um dos elementos?

Hardwares

Aqui estamos falando sobre os aparelhos, as máquinas, tais como computadores, laptops, celulares, tablets, impressoras, servidores, etc. Aqui devem ser descritos os números de série, as datas de compra, onde estão instalados, para que servem, quem utiliza, quando foram feitas as manutenções, etc.

Softwares

São os programas utilizados nos hardwares. Licenças, versões, serviços em nuvem, entre outros. Todas essas informações devem ser levantadas.

Usuários

São as pessoas que têm acesso aos itens anteriores. Para o inventário é interessante saber acerca das informações de acesso aos dispositivos e quais programas são utilizados por eles.

Dessa forma, será feito o relatório completo. Isso é essencial para saber se os hardwares estão em perfeito estado de funcionamento, se todas as versões dos softwares estão atualizadas e de acordo com o que o mercado pede, além de garantir melhor produtividade aos usuários.

Consultas ao inventário de rede são fundamentais também para a segurança dos dados da companhia. Se nesse levantamento são coletados os dados referentes ao que faz a empresa funcionar (suas máquinas, seus programas e seus funcionários), a boa gestão dessas informações leva à possibilidade de desenvolver boas estratégias para que não seja comprometida a segurança da organização.

Descrever quais são os softwares acessados pelos funcionários e quanto tempo eles estão levando logados ajuda na prevenção e detecção de possíveis usos inadequados. Outro fato importante é a verificação da atualização dos softwares, pois versões mais novas são menos propensas a trazerem erros que possam comprometer o trabalho. Ainda temos os hardwares: verificar o seu estado de funcionamento e manutenções pode ajudar na hora de fazer a troca dos aparelhos, evitando prejuízos.

Benefícios

Já falamos sobre o conceito dos inventários de TI, como são realizados, o que é coletado de informações durante esse processo e também a sua importância no quesito segurança para as empresas. Saiba que, além disso tudo, esse tipo de serviço possui benefícios que serão engrandecedores para a sua empresa. Conheça os principais:

Prevenção a infecções

Por meio do levantamento realizado acerca dos softwares será possível conhecer todos os que estão instalados nas máquinas. Com isso, pesquisas devem ser feitas pela Gestão para verificar se algum daqueles é malicioso ou se estão vulneráveis a ter, junto com eles, malwares.

Antecipação de problemas e respectivas soluções

A maior vantagem do inventário de rede é a capacidade de poder antecipar situações. Seja o reconhecimento de vírus, como citado no item anterior, ou até mesmo na verificação de problemas técnicos nas máquinas. A coleta das informações proporciona à empresa a identificação de erros com antecedência, facilitando as formas de conseguir as soluções e evitando ser pego de surpresa.

Evitar gastos

Não podia ficar de fora esse benefício. Com o inventário de TI, a empresa terá acesso às informações referentes ao uso de cada um dos aparelhos e também ao que cada funcionário está fazendo. A partir disso, será possível avaliar o que é realmente necessário, tanto na questão da mão de obra quanto no modo de utilização das ferramentas disponíveis. Também acontecerá maior controle sobre o estado dos hardwares, e suas manutenções, a fim de dar maior vida útil às máquinas.

Essencial para toda empresa

Fica evidente que toda empresa precisa contar com bons serviços de Tecnologia da Informação. E para que a gestão funcione com bastante eficiência, realizar levantamentos constantes sobre os recursos tecnológicos disponíveis é uma excelente forma de melhorar a produtividade.

Nesse sentido, o inventário de rede é essencial, uma vez que permite que a organização e faz um relatório sobre seus hardwares, softwares e usuários, de modo que sejam conhecidos os possíveis pontos fracos e suscetíveis a problemas. A partir desse inventário, a empresa pode se antecipar as situações e desenvolver as soluções mais práticas.

A sua empresa faz uso dos recursos da Tecnologia da Informação? Como é realizado o inventário de TI? Não se esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar as suas experiências!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *