Governança de TI: Entenda sua importância!

Certificação by Allanis Networks Tags : , , ,
Governança de TI

Para entender o que é Governança de Tecnologia da Informação (ou simplesmente Governança de TI) e sua importância para as empresas modernas, é necessário esclarecer o conceito de Governança Corporativa – uma das obrigatoriedades atuais de todas as grandes corporações.

A definição de Governança Corporativa dada pelo IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) é “o sistema pelo qual sociedades e empresas são geridas, administradas e monitoradas, no que tange às relações profissionais entre acionistas, conselho administrativo, diretoria, conselho fiscal e auditorias independentes, visando aumentar o valor da sociedade, facilitar o acesso ao capital e garantir a longevidade da empresa”.

Portanto, pode-se entender que as políticas de Governança Corporativa se tornaram essenciais para as empresas conforme, com o passar do tempo, os processos empresariais se tornaram cada vez mais complexos. Isso pode ser observado principalmente nas empresas de capital aberto, cuja necessidade de transparência administrativa é maior, já que suas ações são negociadas e os sócios e acionistas precisam ter a certeza de que seu dinheiro está sendo bem administrado.

Diante desse cenário, as empresas começaram a buscar uma forma mais eficiente e prática de armazenar suas informações, sejam elas financeiras ou de outros segmentos. Com o avanço crescente da tecnologia e da informática, essa solução acabou sendo os modernos sistemas de informação. É nessa hora que a Governança de TI entra em foco.

Garantindo credibilidade e transparências nas informações de diferentes processos, a Governança de TI se tornou a maior aliada da Governança Corporativa e no atual mundo empresarial (brasileiro e também internacional) possui papel de destaque na hora de elaborar estratégias e definir os objetivos das organizações.

Na prática, a Governança se refere à associação estruturada das competências, responsabilidades, diretrizes e habilidades compartilhadas por gestores, executivos, técnicos e usuários de TI dentro da empresa. O objetivo é controlar de maneira efetiva os processos e garantir a segurança das informações, otimizando aplicações e recursos, além do suporte para a tomada de decisões – tudo isso, obviamente, de acordo com a missão, visão e metas da organização.

A partir dessa definição, fica clara a grande importância da Governança de TI que, além de uma área de suporte aos diversos processos de negócio, é parte fundamental do planejamento estratégico de grandes empresas.

O papel da TI na Governança Corporativa

Os gestores de negócio precisam de garantias de que todos os dados e registros nos sistemas são confiáveis, visto que são nesses mesmos sistemas que as informações financeiras da empresa estão salvas. Por esse motivo, a Tecnologia de Informação precisa proporcionar total segurança para a empresa.

Para se ter ideia do quanto essa questão é delicada, nos Estados Unidos o congresso americano aprovou a Lei de Sarbanes-Oxley, também conhecida como Lei SOX. Essa lei decreta que são responsabilizados criminalmente por desvios nas demonstrações financeiras os executivos de empresas com ações na Bolsa de Valores de Nova York, mesmo aqueles que não tenham participação nas fraudes.

Principais áreas da Governança de TI nas empresas

  • Gerenciar riscos: permitir que a empresa possa visualizar de forma abrangente eventuais riscos para o negócio, bem como maneiras de minimizá-los.
  • Alinhamento estratégico: a Governança de TI permite que tantos os processos de tecnologia da informação quanto os processos de negócio trabalhem em conjunto.
  • Mensurar o desempenho: com indicadores que englobam muito mais do que os critérios financeiros, assegura que a avaliação e medição dos resultados sejam mais precisas.
  • Gerenciar recursos: a Governança de TI também garante que a gestão dos recursos humanos e também tecnológicos da corporação sejam aplicados da melhor forma possível.
  • Entregar valores: é outro benefício importante e garante que o setor de TI da empresa trabalhe da forma mais eficiente possível.

Importância da Governança de TI

Fazer mais com menos é o resultado de se alinhar de forma definitiva as ações de TI às estratégias da empresa, alcançando maior produtividade e otimizando os recursos do setor. Implementar a Governança de TI tem como propósito fazer com que a corporação opere todos os processos de TI em sincronia e de maneira fluída, funcionando como se fossem as grandes engrenagens de uma máquina.

Isso significa trazer mais controle para a área de TI da empresa, de uma forma em que se pode agregar valor ao negócio, criando assim uma relação equilibrada de riscos e retorno. Essa aplicação das estruturas tem como principal papel trazer uma nova ordem aos processos e direcioná-los para contribuir com as estratégias gerais da organização.

Adaptação e implantação de acordo com o perfil da empresa

Uma observação importante quando tratamos de Governança Corporativa é o fato de que, quando uma ação alcança bons resultados em uma empresa, isso não significa que pode aplicar as mesmas medidas em outra estrutura, mas sim que podem servir como base de orientação. Afinal, o programa precisa considerar o universo particular de cada empresa, levando em conta suas dificuldades, especificidades e estrutura.

Ao aplicar um programa de Governança de TI, existem modelos específicos que servem como guias para as empresas quando se fala em conjunto de práticas ou estruturas. Para implantar melhores práticas, normalmente é necessário alterar alguns paradigmas e padronizar novos processos, levando-se em conta os interesses e as necessidades de cada organização, pois cada empresa é única em suas características.

TI no mundo corporativo

Quando falamos de administração moderna, a área de TI não pode ser deixada de lado. Embora tenha ficado em segundo plano por muito tempo, hoje a Tecnologia da Informação está entre as principais preocupações dos gestores, que procuram dirigir e controlar os efeitos de TI na estratégia corporativa, reafirmando o valor desse setor para os negócios.

É de grande importância que a empresa tenha a área de TI muito clara em sua hierarquia, tanto para os técnicos e profissionais do ramo quanto para os diretores, pois só dessa maneira as ações alcançarão resultados.

Gostou de aprender um pouco mais sobre a Governança de TI e sua importância? Então, continue acompanhando nossos conteúdos para acompanhar mais postagens sobre TI, Governança Corporativa e outros assuntos relacionados ao mundo dos negócios. E, caso tenha qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato conosco. Até a próxima!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *