Backup na nuvem: uma solução que pode ser perigosa?

Segurança, Soluções by Allanis Networks Tags : ,
backup na nuvem

Armazenar arquivos é algo cada vez mais comum no mundo digital e tecnológico em que vivemos. O tempo em que documentos, pastas e toneladas de papel eram acumulados em longas gavetas, tomavam espaços enormes e produziam muito lixo passou. Com a facilidade proporcionada pelos computadores, memórias internas, HDs e outros, ficou muito mais simples guardar tudo aquilo que é necessário.

Seguindo além, as formas de se realizar o armazenamento de arquivos não param de se aprimorar. Tivemos disquetes, CDs, pendrives e hoje vivemos a era da nuvem. Qualquer tipo de documento — fotos, músicas, tabelas, textos, entre outros — pode ser salvo em endereços digitais sem tomar nenhum espaço da memória do computador ou notebook. A isso chamamos de armazenamento em nuvem.

Aproveitando essa solução prática e rápida, fazer backup na nuvem é algo que vem sendo feito com frequência. Em vez de tomar tempo e espaço desnecessário na máquina, deixar os arquivos em um local de rede onde poderão ser acessados de qualquer lugar através da internet representa um grande avanço na forma como armazenamos e salvamos os arquivos.

Vantagens e desvantagens

Sabendo que guardar seus arquivos na rede é uma opção amplamente viável, uma dúvida pode surgir: até que ponto é vantajoso? Primeiramente precisamos analisar o modo como os backups são feitos. Geralmente, usa-se um HD para que toda a informação seja ali depositada e, quando for preciso utilizar, recolocar na máquina.

No entanto, o backup na nuvem se faz através de um processo muito mais dinâmico e veloz. Não é preciso dispor de HD externo, pendrives ou qualquer outro tipo de objeto. Tudo é feito por meio da web, deixando os documentos salvos digitalmente e disponíveis a qualquer instante, em qualquer lugar.

Justamente por não precisar de um servidor físico, esse tipo de armazenamento está livre de paradas e falhas. A viabilidade em acessar as informações é um ponto muito favorável. Através de conexão com a internet tudo estará disponível na nuvem, sem necessidade de perder tempo com processamentos ou risco de não conseguir algo por conta de dificuldade na recuperação dos arquivos.

A segurança é um item fundamental para que seja escolhido fazer o armazenamento dos arquivos através da nuvem. Toda a codificação é feita digitalmente, sem a necessidade de deixar a informação em apenas um local ou passando pelo risco de sofrer interferência dos usuários da rede. Essa segurança existe, pois os dados ficam em um ambiente chamado centro de processamento ou datacenter, que concentra servidores e espalha os arquivos em diversos locais seguros. Assim, mesmo que aconteça uma invasão, por exemplo, será possível recuperar a informação, pois ela continuará a existir.

Ainda que poucas, também existem desvantagens nesse tipo de processo. Um deles é a necessidade de ter uma conexão com a internet para poder chegar aos arquivos. Ficar sem sinal de internet e ter todo seu backup feito na nuvem fará com que não seja possível acessá-lo naquele instante.

E, também, existe a questão da segurança. Ela está presente tanto nas vantagens quanto nas desvantagens. Apesar de todas as criptografias utilizadas para espalhar os dados, auxiliar na recuperação e prevenir-se de ataques, ainda assim é possível acontecer invasões. É nesse ponto que residem os perigos desse tipo de serviço.

Quais os maiores perigos de fazer backup na nuvem?

Os grandes perigos do armazenamento em nuvem pairam sobre questões de acesso e segurança. Tais riscos, apesar de conhecidos e de existir um trabalho contínuo para dificuldades e possíveis problemas, são os grandes vilões desse avanço.

Antes de citar o que pode trazer problemas, é preciso evidenciar um fato: O ARMAZENAMENTO EM NUVEM É SEGURO. Por mais que não seja 100%, ainda assim garante a confiabilidade e a segurança dos dados, sendo muito difícil que algo inconveniente aconteça.

Conheça três fatores de risco que podem vir a ameaçar a realização do seu backup feito na nuvem:

  • O “mundo virtual” ainda é muito vulnerável: sabemos que a web está sujeita à má-fé por parte de alguns usuários, que utilizam das brechas e vulnerabilidades para invadir servidores, apagar e roubar arquivos e informações. Não é possível ainda dimensionar o tamanho desse perigo, mas a solução utilizada é a constante criptografia de segurança para fazer com que os dados mantenham-se longe de ataques.
  • Seus dados são apenas seus? Há o perigo, mesmo que salvo apenas na máquina física, de seus arquivos, mesmo que apagados da lixeira, serem acessados remotamente por outras pessoas. Isso se tornou ainda mais chocante com os escândalos de invasão de privacidade feitas pelo governo norte-americano que foram descobertas nos últimos anos. Em teoria, ao colocarmos os arquivos na nuvem, estamos compartilhando com as empresas servidoras. O que será que elas fazem com os dados ali salvos? Por essas e outras é preciso ter esse pé atrás.
  • Só funciona com internet: se você estiver na sua empresa e a internet com problemas, os dados armazenados não poderão ser acessados, pois o backup na nuvem só funciona através de conexão com a internet. A navegação pela nuvem está diretamente ligada com a velocidade e a qualidade da conexão, ou seja, se um estiver instável, o outro também estará.

Vale a pena fazer backup na nuvem?

Entre dúvidas e certezas, vantagens e desvantagens, trabalhar com seus arquivos seguros é sempre o melhor a se fazer. Se a sua necessidade é guardar os dados de maneira eficiente, veloz e ter acesso remoto, armazenar na nuvem é a melhor opção. Apesar dos riscos ainda serem meio nebulosos, pois não há como ter certeza total do percentual de perigo, a tecnologia se aprimora e busca sempre prezar pela segurança.

Fazer a relação entre custo-benefício e os dispositivos de segurança proporcionados é o que trará a certeza para enxergar que vale muito a pena realizar esse tipo de armazenamento.  Mas tenha atenção na hora de escolher qual será seu provedor e servidor virtual. A precaução na hora de fechar negócio é imprescindível.

Quais são as suas dúvidas sobre armazenar arquivos na nuvem? Você já teve alguma experiência com esse tipo de backup? Não deixe de comentar e compartilhar sua opinião!

Please follow and like us:

COMMENTS (3)

Pingback: Saiba como se proteger do RANSOMWARE o vírus que sequestra dados

Pingback: Os dados da sua empresa são seu maior tesouro. Veja dicas incríveis para se proteger ainda mais!

Pingback: RANSOMWARE saiba como se proteger do vírus que sequestra dados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *